centro de distribuição

Centro de distribuição (CD): esclareça algumas dúvidas sobre o assunto

Um centro de distribuição (CD) é uma das estruturas mais flexíveis e essenciais para o processo logístico, podendo acomodar desde produtos agrícolas até itens de vestuário. O objetivo é aproximar as mercadorias dos clientes e agilizar o processo de distribuição.

Atualmente existem condomínios logísticos que podem ser alugados e oferecem toda a infraestrutura necessária para que a empresa possa operar imediatamente. Essa é uma proposta que ajuda a reduzir custos devido à ampla oferta de serviços, segurança e acomodações personalizadas.

Para esclarecer as suas principais dúvidas e explicar a importância desse recurso para o setor de transportes, desenvolvemos este conteúdo. Continue lendo para conhecer mais sobre o assunto!

Qual é a importância dos centros de distribuição?

Em termos simples, um centro de distribuição é um local onde as mercadorias são estocadas temporariamente antes do envio para o destinatário, que pode ser o cliente final ou varejista.

Nessa unidade, as mercadorias são armazenadas e permanecem até que o pedido seja processado e passe pela etapa de expedição. Geralmente, são recebidos grandes lotes que são divididos em unidades fracionadas.

Essa atividade é essencial, pois reduz o tempo de entrega, aumenta a eficiência do processo e garante a satisfação dos clientes.

O que você precisa saber sobre um centro de distribuição?

Independentemente do seu porte, a rotina de um CD é sempre atribulada com diversas atividades que precisam ser executadas corretamente. Manter esse fluxo em andamento exige que o gestor esteja envolvido com o dia a dia da área e conheça bem as atribuições da equipe.

Por isso, alguns aspectos da estocagem e armazenagem merecem destaque. São eles:

Papel do controle de inventário

Como qualquer modelo de armazenamento de mercadorias, um controle preciso sobre a movimentação do estoque não pode faltar na gestão de um centro de distribuição. Para isso, é essencial contar com ferramentas que automatizam esse processo e garantem que a ruptura de estoque não ocorra.

A nossa recomendação é utilizar um sistema integrado para executar essa rotina. Com isso, é possível:

  • controlar a entrada de produtos conforme são recebidos;
  • registrar a localização dos lotes;
  • apurar a saída das mercadorias na etapa de expedição;
  • propiciar o gerenciamento de itens devolvidos;
  • acompanhar o índice de itens extraviados ou avariados.

Esse controle também deve estar presente — e reforçado — quando o assunto são produtos perecíveis. O objetivo é garantir que a carga seja disponibilizada ao cliente em perfeitas condições, o que requer que o estoque seja organizado com base na data de expiração. Esse é o caso de alimentos, medicamentos e cosméticos que devem ser armazenados em condições especiais.

Escolha a localização ideal

Como falamos anteriormente, a ideia é agilizar o processo de entrega, e um dos fatores que mais influencia esse resultado é a localização escolhida para estabelecer o centro de distribuição.

Essa é uma decisão de caráter estratégico e deve ser estudada cuidadosamente para garantir o melhor nível de serviço possível. Portanto, o gestor deve dedicar tempo para estudar as opções disponíveis com base no seu impacto financeiro.

A localização é uma condição que precisa ser avaliada de acordo com a facilidade de acesso a estradas, rodovias, portos e aeroportos. Além disso, nas entregas para o cliente final, a proximidade com grandes centros urbanos é um elemento essencial. O espaço disponível também influencia essa decisão, pois limita o atendimento da demanda de acordo com a quantidade de produtos que podem ser alocados.

Assim, a melhor prática é listar todos os elementos que são considerados essenciais e basear a sua busca em opções que atendam os requisitos. Também tente minimizar os gastos, ou seja, procure locais cujo preço esteja no orçamento estabelecido para esse investimento.

Decida como deve ser a infraestrutura

Se a sua intenção é construir o centro de distribuição, você tem liberdade para determinar as instalações da melhor forma, de acordo com o que a empresa precisa. Por outro lado, ao adquirir ou alugar um espaço pronto, será preciso lidar com as limitações e a necessidade de realizar obras para deixar o projeto compatível com a sua operação.

De modo geral, a estrutura esperada de um CD é bastante uniforme. Por exemplo, a segurança é um dos elementos essenciais que deve ser uma prioridade para evitar perdas. A nossa recomendação é simples, quanto maior o valor da mercadoria, melhor deve ser o aparato de segurança.

O espaço para os veículos também deve ser planejado para garantir o acesso a docas, manobras e estacionamento. Se a sua frota é constituída de caminhões pesados, maior será a necessidade investir na infraestrutura.

Otimize o processo de expedição

A satisfação do cliente é bastante influenciada pela etapa final do processo logístico. Portanto, é preciso garantir que o produto seja recebido pelo cliente dentro das especificações do pedido.

Para alcançar esse resultado, o processo de expedição deve ser cuidadoso para evitar erros no processamento. Quantidade enviada diferente do que foi pedido, itens errados ou com defeito são exemplos de problemas que podem acontecer.

Além do prejuízo financeiro para corrigir essa situação, ainda há o impacto negativo na reputação do fornecedor e da transportadora. Por isso, é preciso implementar um controle de qualidade com o intuito de prevenir esses incidentes.

Conheça as melhores práticas de armazenagem

Geralmente, a organização dos centros de distribuição é feita de forma vertical, ou seja, caixas são empilhadas e paletes são acondicionados em prateleiras. Essa é uma excelente forma de otimizar a utilização do espaço e proteger as cargas.

Já o espaço destinado à circulação deve ser pensando tanto do ponto de vista da movimentação que utiliza máquinas como do acesso manual dos operadores. Isso gera um tráfego interno que deve ser planejado para evitar danos e acidentes.

Além disso, a disposição das cargas deve ser feita com base nas características de peso e frequência de saída. Mercadorias que requerem acondicionamento especial, como produtos químicos ou itens refrigerados, precisam ser alocados corretamente para preservar a sua integridade.

Por fim, gostaríamos de ressaltar que o aprimoramento do processo logístico, como um todo, depende da dedicação ao planejamento das atividades. Essa prática ajuda a garantir entregas no prazo, tornar o processo mais flexível e melhorar a relação com os clientes.

Para conquistar esse objetivo, é fundamental contar com novas tecnologias que tornam a operação mais produtiva, econômica e confiável. Nesse cenário, busque soluções compatíveis com as atividades de um centro de distribuição para melhorar os resultados.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais e ajude essas informações a alcançarem o público interessado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo