equipamentos de telecomunicações

Como fazer a logística de equipamentos de telecomunicações

A logística de equipamentos de telecomunicações pedem estratégias mais alinhadas para lidar com sua complexidade. De fato, são itens mais sensíveis em um mercado bastante exigente que precisa de reabastecimento rápido.

Para que tudo aconteça conforme o esperado, o gestor precisa adotar um sistema de atuação que conta com tecnologia de ponta e atendimento que abrange cada etapa da operação. Dessa forma, fica mais simples reduzir custos sem perder em eficiência em qualidade nos resultados.

Quer saber mais? Vamos mostrar como fazer a armazenagem e o transporte de equipamentos de telecomunicações. Acompanhe!

Estude as particularidades da armazenagem

Os equipamentos de telecomunicações são considerados cargas extremamente sensíveis, por isso precisam de medidas especiais para chegar até o destino com segurança. De maneira geral, antenas de transmissão, switches, servidores de rede, entres outros, dependem de soluções personalizadas que atendam às necessidades de sua empresa e de um gerenciamento logístico bem detalhado.

Entre os desafios que o setor representa, o melhor caminho é priorizar a segurança desde o estoque, a eficiência e a qualidade de armazenagem. Afinal, de nada adianta criar uma superestrutura de deslocamento, se não existir uma estrutura adequada enquanto os produtos são armazenados.

O melhor caminho, em uma situação como essa, é criar um padrão de qualidade nos almoxarifados com colaboradores bem orientados e que entendam a importância dessa carga. Além disso, as condições de higienes são fundamentais para que os produtos não sejam expostos a nenhum fator de risco.

Cuidados especiais com o material

O planejamento logístico do setor de telecomunicações deve considerar as necessidades de abastecimento da tecnologia com peças sobressalentes e de reposição. Um detalhe importante nos cuidados com o material é fazer a gestão de um estoque consignado nas operadoras e nos clientes e conseguir controlar o máximo de informações relacionadas aos destinos.

Escolher os pontos de armazenagem e transportar os equipamentos com eficiência é decisivo para ajudar os clientes evitarem a interrupção das atividades e a manterem a qualidade do sinal de telefonia, televisão e internet. O papel do gestor, aqui, é identificar o que pode ser feito para reduzir custos e alinhar com os gargalos que existem nesse setor tão complexo.

Estratégias

Além do cuidado com a preservação, antecipar-se aos imprevistos é uma estratégia fundamental. Esse planejamento deve ser baseado em feedbacks anteriores com olhares experientes em relação aos gargalos e riscos já conhecidos em situações anteriores.

A observação interna permite identificar oportunidades de desenvolvimento do serviço, os pontos que exigem mais manutenção e os problemas mais comuns no cumprimento de prazos em longo prazo. Com base no processo de recebimento, armazenagem, separação, expedição, reversa e transporte, o planejamento deve ser guiado pela prevenção.

Preparação para o envio

O processo de armazenagem envolve a busca por uma distribuição eficiente, dinâmica e flexível. A principal solução, aqui, envolve ter um centro de distribuição com serviços pensados na complexidade dos equipamentos de telecomunicações. Os armazéns devem ser espalhados por pontos estratégicos do Brasil e capazes de acomodar diversos tipos de materiais, receber adequadamente e separar os produtos para o envio.

Todas as questões operacionais devem ser parte de um projeto completo que permita ao gestor ter a perspectiva de como será o armazenamento antes mesmo de que ele seja implementado. Com isso, todos os detalhes contam com a ajuda da alta tecnologia que proporciona a visibilidade completa da logística de sua empresa.

Pesquise as condições do transporte dos equipamentos de telecomunicações

O transporte dos equipamentos de telecomunicações apresenta uma série de desafios e, para que sua empresa se destaque da concorrência, precisa lidar com a integração das informações para identificar as principais falhas.

Ao conhecer o passo a passo da operação, fica mais simples manter o foco no melhor aproveitamento dos recursos financeiros e apresentar soluções diferenciadas em um mercado que está em constante evolução, especialmente por conta da inserção da tecnologia 5G em processo de implementação em diferentes regiões do Brasil.

Vale lembrar que o tráfego de dados na banda larga fixa frequentemente aumenta de forma significativa no país, e isso demanda mais movimentações e esforços no transporte. Dessa forma, manter o olhar estratégico no andamento do serviço é importante para a adaptação de melhorias em sua estrutura e para o fornecimento de resultados com o máximo de qualidade ao cliente.

Equipes bem treinadas

O transporte de equipamentos de telecomunicações traz a preocupação adicional de evitar a avaria dos itens e também a necessidade de acessar algumas regiões sem estrutura durante o deslocamento.

Por esse motivo, além das embalagens adequadas, é indispensável contar com equipes bem treinadas que entendam as particularidades do transporte e sejam orientadas conforme o projeto específico.

Proteção adicional

Os cuidados devem começar logo na separação da carga para envio, pois um problema no início pode causar um efeito dominó. Qualquer erro, por mínimo que seja na tomada de decisão, impacta diretamente a operação como um todo e prejudica o abastecimento das operadoras.

Uma boa dica, em uma situação como essa, é adotar tecnologias para otimizar os processos. Entre os principais exemplos estão Controle Sistêmico WMS e TMS por serial, atendimento a todos os canais de vendas do negócio, realidade virtual, gestão de bases avançadas de handset e engenharia.

Veículos adaptados

Escolher o modal ideal também faz toda a diferença no momento de padronizar processos eficientes e conquistar clientes cada vez mais engajados. No caso dos equipamentos de telecomunicações, além de veículos adaptados para manter a integridade conforme o nível de sensibilidade, o mais indicado é optar pela modalidade de carga completa. O veículo precisa ser exclusivo, adaptado e se encaixar com os desafios da rota. Outro ponto importante está em contar com um time de especialistas preparados para atender em todas as etapas.

Os equipamentos de telecomunicações precisam de uma estratégia especial de transporte para vencer os desafios logísticos. O ideal para seu negócio é procurar por uma empresa que atua como operador logístico e atende a cada detalhe, do armazenamento até a última fase do transporte. Tudo isso com uma plataforma de alta tecnologia e inteligência artificial.

Gostou das informações do artigo? Então deixe seu comentário no post e nos conte quais são os principais desafios na área de telecom.

 

Este post tem um comentário

Deixe um comentário