especialista em logística

Qual o papel do especialista em logística para o gerenciamento de mercadorias?

Por mais que o advento das novas tecnologias tenha permitido gestões muito mais estratégicas e inteligentes no supply chain das empresas, o fator humano ainda é indispensável — ou melhor, imprescindível e fundamental para as operações.

Sendo assim, contar com um especialista em logística que seja realmente capacitado para tomar decisões assertivas é essencial para o sucesso do planejamento e a execução das atividades diárias de uma cadeia de suprimentos.

No entanto, qual é, de fato, o papel desse especialista na logística? Quais são as vantagens e os benefícios que ele realmente pode agregar ao negócio e qual é a melhor forma de contar com esse suporte na prática?

Pensando em esclarecer essas questões e ajudar a sua empresa a definir melhor o seu planejamento logístico, nós preparamos este post, destacando quem é esse especialista e como contratá-lo, seja de forma direta, seja por meio de serviços externos. Acompanhe!

O que faz um especialista em logística?

Em qualquer operação logística, há desafios e barreiras a serem vencidos todos os dias, como a redução de custos operacionais, o monitoramento de entregas, a comunicação com outros agentes (despachantes, transportadores, armazéns etc.), os controles diários de carregamentos, os desembaraços burocráticos, as coletas, os orçamentos etc.

Enfim, uma cadeia de suprimentos, por menor que seja, sempre terá inúmeras atividades e processos a serem geridos e, quase sempre, extremamente dinâmicos e diferentes a cada dia. Por isso, ainda que as ferramentas tecnológicas auxiliem na otimização do supply chain, nada ainda substitui, de fato, o papel de um gestor ou operador logístico.

Ou seja, em resumo, podemos considerar como especialista em logística o gestor interno que assume todas essas responsabilidades e funções diárias com a sua equipe, assim como, no caso do serviço externo, o operador logístico. Ele, por sua vez, se compromete a integrar todos os processos da cadeia, fornecendo soluções, infraestrutura e tecnologia para a gestão completa da logística do cliente.

Qual é a importância do especialista para o gerenciamento de mercadorias?

Além de todas as funções e responsabilidades do especialista em logística que destacamos no tópico anterior, esse “agente” tem por objetivo monitorar e gerenciar toda a cadeia de distribuição de suas mercadorias. E essa tarefa envolve uma série de compromissos com a qualidade, a segurança e a capacidade de gestão das operações. Sendo assim, podemos destacar as principais funções do especialista em logística em relação ao gerenciamento de mercadorias na empresa. Confira!

Andamento dos processos

Como destacamos, uma cadeia de distribuição engloba diversos processos e etapas, especialmente quando falamos de operações grandes e complexas, que envolvem diferentes modais de transportes, armazéns, despachantes, etc. Ao final de cada etapa realizada, o especialista em logística precisa estar devidamente inteirado com esse processo, mesmo que a distância. Para isso, é fundamental haver integração entre os players e, principalmente, ferramentas adequadas para a comunicação e o monitoramento da operação.

Planejamento logístico

Outro papel imprescindível do especialista é o planejamento logístico. Isso engloba, por exemplo, o controle de custos, o conhecimento de normas e leis vigentes para cada operação, a experiência com determinadas ações e certos planos, o contato com outros agentes, como despachantes, armazéns e transportadores, entre outros. O planejamento logístico é fator crucial para garantir o sucesso de uma operação e precisa ser devidamente pensado e organizado, antes mesmo do início da entrega.

Inovações

Tanto o especialista interno quanto um operador logístico externo têm como função acompanhar tendências e, principalmente, apresentá-las como solução prática dentro das operações. Isso significa que o especialista em logística precisa deter conhecimentos e novas tecnologias aplicadas ao supply chain, a fim de tornar suas atividades mais dinâmicas, ágeis, seguras e com resultados cada vez mais satisfatórios.

Redução de erros e custos

Erros na logística podem significar custos incalculáveis e até comprometer o sucesso da operação. Por isso, o especialista precisa ser devidamente capacitado, no intuito de evitar gargalos e falhas, tomar decisões assertivas, solucionar problemas e encontrar saídas sempre que preciso. Esse é um desafio diário, e, mais uma vez, reforçamos a importância do especialista em logística em deter conhecimento, experiência e ferramentas tecnológicas adequadas para essas análises e tomadas de decisões estratégicas.

Especialista em logística: equipe interna ou externa?

Certamente, essa é uma das dúvidas mais comuns na hora de decidir o planejamento logístico e as estratégias de gestão. De fato, não há uma receita pronta ou um padrão a ser seguido por todas as empresas. No entanto, o que podemos adiantar é que a utilização de serviços externos tem sido, nos últimos anos, uma solução viável, econômica e muito mais eficiente para as organizações, por uma série de fatores importantes. Para entender melhor, destacamos alguns dos pontos fundamentais que precisam ser levados em consideração na hora de definir entre equipe interna ou um operador logístico para suas operações. Confira!

Infraestrutura

O primeiro fator indispensável para qualquer operação logística é a infraestrutura disponível para suas operações. A vantagem de contar com um operador externo é que esse parceiro já detém diversas alternativas de parceiros para armazenagem, transporte, desembaraço, etc. Enquanto o especialista em logística interno precisaria montar essa “rede” de contatos e parceiros, a fim de garantir uma infraestrutura adequada para as operações.

Custo-benefício

Aproveitando o gancho do tópico anterior, o tamanho e a complexidade da infraestrutura disponível refletem diretamente nos custos e no planejamento da empresa. Em relação aos operadores logísticos, isso tende a ser minimizado, tendo em vista que há alternativas mais flexíveis e inteligentes, como armazéns compartilhados, diferentes opções de transporte, entre outras, que ajudam a conter gastos que dificilmente uma equipe própria conseguirá. Além disso, montar um time capacitado, investir em tecnologias próprias, ferramentas adequadas e espaço físico para manter tudo isso na empresa requerem uma boa quantia financeira mensal.

Capacidade e experiência de mercado

Outra vantagem que os serviços externos de especialista em logística proporcionam às empresas é a expertise no setor de atuação, tendo em vista que esses agentes operam com diferentes clientes e operações, o que lhes dá uma experiência ampla e um domínio maior sobre as atividades de gestão. Isso garante mais controle, menos riscos e agilidade na solução de problemas, gargalos e falhas no dia a dia das entregas.

Tecnologia

Em tempos de logística 4.0, o uso da tecnologia é indispensável em qualquer operação logística. No entanto, investir em ferramentas próprias nem sempre é viável para as empresas, e, mais uma vez, o uso de meios externos torna-se uma solução mais viável, econômica e eficiente.

Enfim, contar com um especialista em logística é estratégia fundamental dentro das suas operações, e, sem dúvidas, o papel do operador externo, hoje, cumpre perfeitamente todas as necessidades que uma gestão precisa. Ele garante o controle total das entregas, a integração entre todos os players, o fornecimento de tecnologia e conhecimento, além de oferecer soluções personalizadas para cada tipo de cliente.

Gostou? Quer saber mais sobre soluções logísticas, comércio exterior e novidades sobre o setor? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e receber as próximas publicações em primeira mão.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe um comentário