preparar estoque para black friday

Como preparar o estoque para a Black Friday?

Ao mesmo tempo que as vendas sazonais são importantes para aumentar o giro e impulsionar o caixa das empresas, certas datas requerem planejamento e organização especiais no campo logístico e operacional. Isso possibilita que as entregas sejam concluídas dentro do prazo e com a qualidade esperada.

Pensando nisso, preparamos um post exclusivo com dicas e informações úteis de como preparar o estoque para a Black Friday, fenômeno de vendas que movimenta o mercado todo ano, mas que ainda encontra muitos gargalos e falhas operacionais em determinadas empresas.

Quer saber mais sobre essa estratégia e encontrar soluções viáveis e práticas para essa importante data comercial? Então, continue a leitura até o final e tome nota. Vamos lá!

Quais são os cuidados primordiais para a Black Friday?

Que a data comercial é uma excelente alternativa para aumentar o giro de estoque, ninguém duvida mais! No entanto, o conceito de Black Friday tem causado certa desconfiança em muitos mercados nos últimos anos, especialmente por conta de campanhas pouco transparentes e de gargalos operacionais recorrentes.

Sendo assim, para que sua empresa não faça parte dessas estatísticas e usufrua do período para realmente aumentar as vendas e captar novos clientes, é fundamental ter atenção a essas questões de marketing e logística, antes de qualquer outra ação.

Em outras palavras, invista em estratégias antes de definir sua real capacidade de distribuição e movimentação de produtos ou, então,  não embarque nesse movimento. Além disso, realize uma campanha realmente transparente e que promova vantagens de verdade ao público, não apenas propagandas e divulgações duvidosas.

Quais são as melhores estratégias para preparar o estoque para a Black Friday?

Há inúmeras ações que podem impulsionar as vendas durante o Black Friday e, ao mesmo tempo, tornar o seu supply chain capacitado para atender à demanda extra da data comercial. A seguir, destacamos algumas ideias práticas que devem ser levadas em consideração. Confira!

Aproveite para aumentar o giro de estoque 

É normal que cada produto tenha um giro de estoque diferente dentro do armazém. E nada mais propício do que uma data especial para aumentar as vendas daqueles itens parados há mais tempo nas prateleiras. Sendo assim, tenha o controle total dos giros de cada produto e avalie as possibilidades de promoções, descontos e ações especiais para os mesmos durante a Black Friday, visando justamente a liberá-los ou, até mesmo, fomentar um novo perfil de consumo no mercado.

Reavalie seus processos internos 

Preparar o estoque para a Black Friday não se limita apenas a organizar o armazém e garantir mais produtos disponíveis nas prateleiras. Afinal, se o seu supply chain não estiver realmente integrado e, assim, apresentar falhas e gargalos entre os projetos, nada disso fará muito sentido.

Em outras palavras, cada etapa da cadeia de suprimentos precisa estar “redonda”, desde a descarga de produtos nas docas, passando pelo endereçamento, armazenamento, picking, até a expedição. Para isso, é indispensável avaliar toda a cadeia de suprimentos, apostar em tecnologias de gestão, capacitação das equipes e sistemas inteligentes de armazenagem.

Avalie o serviço externo de armazéns 

Caso seu armazém não seja suficiente para atender a uma necessidade maior do que a normal, a contratação de um serviço externo pode ser a solução mais inteligente e viável para aproveitar as datas sazonais.

Para isso, busque por armazéns inteligentes e compartilhados, que já detenham a estrutura e as tecnologias indispensáveis e aposte nessa tendência de parceria externa. Além de garantir melhor desempenho do supply chain, essa alternativa pode trazer mais flexibilidade para sua gestão e redução de custos, se comparada ao investimento de espaços próprios.

Conte com transportes adequados 

A contratação de serviço externo de entregas é prática comum e estratégica na logística. No entanto, é fundamental que sua transportadora se planeje e, principalmente, esteja capacitada para atender ao aumento das demandas durante a Black Friday. Para isso, avalie essa capacidade operacional dos seus parceiros, planeje em conjunto as estratégias sazonais e tenha sempre um parceiro preferencial capaz de atender a todas as suas demandas.

Monitore as entregas de ponta a ponta 

Uma das estratégias indispensáveis para a qualidade das operações na Black Friday é o controle sobre as entregas. Indiscutivelmente, isso requer o suporte de tecnologias e ferramentas próprias para esse fim, já que seria inviável monitorar todas as etapas de uma entrega de forma manual.

Em tempos de logística 4.0, as plataformas one-stop-shop são tidas como uma solução inteligente e altamente avançada, que permite um controle de ponta a ponta de suas operações. Outra vantagem é que sua empresa não precisa necessariamente investir na tecnologia em si, tendo em vista que integradores logísticos externos já disponibilizam a ferramenta pronta, além de outras inúmeras soluções para a sua operação.

E como evitar desperdícios na Black Friday?

Apesar das dicas e informações destacadas ao longo do post, é evidente que cada empresa deve seguir suas próprias estratégias e apostar nos diferenciais de seus negócios. No entanto, ainda que a Black Friday seja uma data de grandes oportunidades de vendas e lucratividade, sempre há riscos operacionais envolvidos, que podem acarretar problemas para a imagem da organização, além, claro, de prejuízos financeiros.

Por isso, é fundamental levar em consideração alguns pontos essenciais, conforme destacamos a seguir:

  • avalie sempre a possibilidade de serviço de logística externo, muito mais do que investimentos na infraestrutura própria;
  • invista em parcerias que detenham tecnologias avançadas;
  • aposte em parcerias com integradores logísticos, que cuidem do início ao fim de suas operações;
  • planeje suas estratégias sempre com base em dados e informações factíveis, históricos de anos anteriores, tendências do mercado etc.;
  • trabalhe com margens reais de vendas, conforme as capacidades operacionais de seu negócio;
  • não exceda a sua capacidade operacional e, caso necessário, busque por transportadoras, armazéns e profissionais externos para atender aos pedidos extras.

Em resumo, essas são algumas dicas e informações úteis de como preparar o estoque para a Black Friday. Vale ressaltar que a data comercial está muito além de uma oportunidade para alavancar vendas, mas também servirá para fortalecer sua imagem no mercado e garantir melhores experiências ao público. Por isso, antes de tudo, leve em consideração sua capacidade operacional e aposte em parcerias especializadas em soluções logísticas para melhor atender a essa grande demanda.

Gostou? Então, aproveite para compartilhar o post em suas redes e não deixe de marcar profissionais e empresas que devem preparar-se para a próxima Black Friday.

COMPARTILHAR:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta