Saiba qual a importância do mapeamento e gestão nos processos logísticos

Grande parte dos prejuízos na produtividade e das quedas na eficácia dos processos logísticos estão relacionados a gargalos que comprometem a execução das operações. Por esse motivo, é imprescindível acessar soluções que contribuam para minimizar ou eliminar as falhas dos processos logísticos e maximizar os resultados.

Nesse contexto, tanto o mapeamento quanto a análise dos fluxos devem ser utilizados para a obtenção de uma perspectiva global, visando a redução de custos, a melhoria da qualidade dos serviços e o aprimoramento nos índices de satisfação dos clientes.

Pensando nisso, apresentaremos, ao longo deste artigo, a importância dos processos logísticos de uma empresa, abordando algumas das melhores práticas para implementá-los em sua organização. Boa leitura!

Quais são os principais benefícios do mapeamento de processos?

Os ganhos que podem ser obtidos com o mapeamento de processos logístico afetam positivamente diversas áreas, como a produção, além da redução de pessoal e de custos.

Dessa forma, as tarefas dos gestores no controle e na realização das atividades são simplificadas. Isso é impulsionado com indicadores que auxiliam na adoção de metas e identificação de processos que podem ser revistos e/ou melhorados.

Cumprimento de prazos

A utilização do mapeamento ajuda, também, a seguir de perto as etapas de cada processo logístico, assegurando o cumprimento de prazos e objetivos específicos. Com o auxílio do parceiro certo, você poderá manter todo o time atento aos processos que estão em andamento, notificando os responsáveis quando necessário e avisando acerca da proximidade de uma data limite.

Mudanças positivas nos métodos de trabalho

Com o mapeamento, você poderá garantir que seus processos logísticos se desenvolvam sempre de uma mesma forma, perfazendo as mesmas etapas, prazos e requisitos.

Essa padronização propicia mudanças positivas nos métodos de trabalho, uma vez que os processos logísticos passam a seguir os parâmetros que você definir, objetivando a excelência em termos de qualidade, custos, tempo e, sobretudo, na experiência do cliente.

Como fazer um mapeamento efetivo dos processos?

O sucesso do mapeamento dos processos logísticos depende de algumas práticas que, embora sejam consideradas complexas por alguns gestores, podem contribuir para atingir metas e melhorar o trabalho no setor. Veja as principais práticas nos tópicos a seguir.

Acompanhe a execução de todos os processos

O mapeamento de processos logísticos requer um constante acompanhamento de tudo o que ocorre dentro do setor. Isso é indispensável para a obtenção de uma visão mais detalhada e precisa, a fim de implementar as melhorias que se fizerem necessárias.

Sendo assim, você deve acompanhar a execução das atividades e avaliar certos aspectos, tais como:

· principais demandas e clientes.

· tecnologias aplicadas no setor.

· métodos de trabalho.

· fornecedores logísticos.

· saídas e entradas de dados e materiais nos sistemas.

Produza o fluxograma do processo

Após acompanhar a execução dos processos, o próximo passo é delinear o seu fluxograma. Essa etapa implica em tomar bastante cuidado, à medida que é imprescindível garantir que o seu desenho esteja completo, refletindo com exatidão as formas pelas quais os processos são desenvolvidos.

Nesse sentido, o mais indicado é agrupar os dados e consolidar um sistema sequencial, lógico e apto a demonstrar cada uma das etapas dos processos logísticos. Não se esqueça, também, de compartilhar o fluxograma com os colaboradores responsabilizados pela tarefa, a fim de que possam identificar eventuais erros e agir em conformidade.

Identifique falhas e erros

Durante a avaliação e execução de um fluxograma, é possível detectar atividades que, porventura, desencadeiem falhas e, assim, prejudiquem o andamento do processo. Isso significa que é essencial encontrar as vulnerabilidades logísticas, identificando precisamente o momento em que eles ocorrem.

Entender as causas de determinados problemas e, consequentemente, as medidas que devem ser tomadas para solucioná-los, são bons exemplos de tarefas facilitadas pelo mapeamento dos processos logísticos.

É possível, por exemplo, encontrar alguns processos que contribuam para a existência de atrasos nas suas entregas. Em situações desse tipo, é indispensável assegurar que, além de encontrado, o erro possa ser solucionado mediante estratégia e planejamento.

Identifique oportunidades

Tendo um mapeamento completo em suas mãos, você conseguirá analisar com alta margem de precisão a realidade de seu dia a dia. Isso, certamente, ajudará a identificar oportunidades para o seu negócio.

Ademais, o mapeamento pode ser um grande aliado na busca por diferenciais competitivos em ambientes cada vez mais acirrados. Logo, fique atento e o interprete com o máximo de atenção, mantendo o foco no que pode ser considerado positivo e/ou mais bem trabalhado.

Diante disso, é possível observar, por exemplo, que a atração de um parceiro confiável pode ser uma excelente alternativa, pois trará mais rapidez, qualidade e eficiência às suas entregas.

Redesenhe os processos e implemente as mudanças necessárias

Depois de seguir os procedimentos sugeridos, bastará realizar um novo delineamento aos seus processos logísticos. Isto é, com as oportunidades e as falhas devidamente identificadas, é o momento de readequar o seu fluxograma e o atualizar com as alterações necessárias.

É fundamental que o novo desenho seja bastante minucioso, mostrando como os processos logísticos passarão a ser executados e elencando as vantagens que essas modificações trarão.

A seguir, você poderá recomeçar o processo, cuidando para que as ações sigam à risca o que foi planejado. Ou seja, você deve se empenhar na padronização dos processos e em seu monitoramento frequente.

Conclusão

A logística, enquanto setor estratégico de qualquer organização, deve atuar sempre no mais alto desempenho. Por esse motivo, os profissionais e gerentes da área devem investir e se apegar em estratégias capazes de alavancar a eficiência e a produtividade de suas ações.

Sem dúvidas, o mapeamento de processos logísticos é crucial para o crescimento do setor e gera inúmeras vantagens que, aliás, não se restringem a ele, refletindo nas atuações de toda a organização.

Desse modo, a sua empresa pode operar com a segurança de que as tarefas logísticas são qualificadas e capazes de suprir satisfatoriamente as necessidades de cada cliente. Vale ressaltar, por fim, que é altamente recomendável escolher um parceiro confiável para ajudar diretamente no mapeamento, na gestão dos seus processos logísticos e, principalmente, na indicação do que é mais adequado às especificidades e aos objetivos estratégicos do seu negócio.

Gostou do artigo? Então, entre em contato conosco e conheça as melhores soluções para o gerenciamento completo de toda a cadeia logística da sua organização!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Este post tem 2 comentários

  1. Murillo

    Ótimo Artigo!!!

    1. TPC

      Ficamos felizes que tenha gostado, Murillo!

Deixe um comentário