CLIA TPC é o primeiro da Bahia a receber o selo OEA

Garantindo confiança durante movimentação de cargas internacionais 

A unidade CLIA TPC, localizado em Simões Filho, Bahia, recebeu selo OEA (Autorized Economic Operator) ou na tradução livre, Operador Econômico Autorizado. Este certificado, garante a unidade ser parceira estratégica da Receita Federal Brasileira; porque ao movimentar cargas internacionais, sempre garantirá que elas terão maior confiabilidade. E desta forma, acelerará o fluxo de importação e exportação dos produtos, dos nossos clientes, nas alfândegas.

Aproximadamente 300 milhões de contêineres são movimentados no mundo, explica o diretor de operações da LF Consultoria, Luis Antônio Mathias, que nos auxiliou no processo de conquista do selo, em parceria com as áreas de SGI e diversos setores do CLIA. “E muito poucos são abertos pelos órgãos fiscalizadores, para avaliarem se oferecem perigo, onde chegam. Vale lembrar que as aduanas lidam diariamente com terrorismo, tráfico de drogas, contrabando de armas, e diversas outras problemáticas”.

A Organização Mundial das Aduanas, possui 77 países certificados e o Programa OEA Brasileiro, já concedeu até hoje, 150 certificados.   “É muito importante essa qualificação e trata-se de um pré-requisito do mercado global. Além  disso, nos coloca em outro patamar frente aos órgãos internacionais ” – afirma Vice-Presidente de Operações, Sergio Faria. A TPC, portanto, como primeiro depositário na BAHIA a ser certificado sai na frente, provando ser um parceiro de negócios seguro e confiável, perante o globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *