sucesso na logística

7 ferramentas e processos essenciais para ter sucesso na logística

O caminho do sucesso na logística exige uma visão muito bem preparada dos gestores. Dessa maneira, usar as ferramentas e os processos adequados faz muita diferença nos resultados, pois permite avaliar cuidadosamente quais são os problemas da operação que interferem diretamente na eficiência diante do cliente.

Tenha em mente que o principal segredo está em otimizar as práticas o máximo possível ao saber as necessidades dentro do serviço prestado. Como consequência, os investimentos tanto em tecnologias quanto em treinamentos da equipe, por exemplo, promovem uma logística de entrega que salta na frente dos concorrentes.

Quer saber mais? Vamos mostrar 7 ferramentas e processos essenciais para o sucesso na logística. Acompanhe!

1. Aposte em um serviço ágil

Garantir um serviço ágil é fundamental para ter sucesso na logística. Em função disso, o papel da empresa envolve mapear cada detalhe dos processos com o objetivo de manter o controle de todas as etapas da linha de produção e venda. Sem contar que quanto mais informações precisas o gestor acumular, mais fácil será identificar as falhas que giram em torno da cadeia de suprimentos.

Um bom exemplo disso está em saber mensurar a demora na hora de resolver as pendências burocráticas que estão ligadas ao transporte de maneira geral. Outro ponto importante é conseguir mensurar as soluções com uma estrutura sustentável ao médio e longo prazo. Essa medida exige, é claro, um conhecimento profundo em relação ao que o cliente deseja, às tendências do mercado e às principais dificuldades enfrentadas internamente.

2. Consiga bons parceiros fornecedores

Para construir uma imagem positiva no mercado com uma operação que seja referência entre os clientes, torna-se necessário prestar um serviço de excelência. Saiba que esse trabalho é realizado com parceria estabelecida junto de bons fornecedores.

Afinal de contas, de nada adianta a sua gestão ser impecável e contar com um time preparado se as outras partes do processo não forem realizadas com o mesmo comprometimento. Busque por prestadores de serviço que tenham valores parecidos, características inovadoras e sejam cuidadosos com os prazos e a documentação em relação aos órgãos fiscalizadores.

Vale lembrar que nem sempre as empresas mais famosas no segmento são as melhores opções para as relações comerciais. Tudo depende se o potencial parceiro oferece o que realmente o seu negócio precisa — e isso não tem nenhuma relação com o tempo de atuação no mercado ou o valor cobrado pelo serviço.

3. Monitore o estoque

As decisões que giram em torno de armazenamento e monitoramento de estoque são muito importantes para garantir que a mercadoria chegue até o mercado com eficiência. O motivo é que o estoque é um dos setores da logística que exige mais estratégias para que nenhum dano aconteça aos produtos e cause uma série de prejuízos.

Mas é essencial ressaltar que esses processos não representam apenas as entradas e saídas das mercadorias. Por exemplo, no armazenamento das mercadorias está concentrado boa parte dos ativos de uma empresa em relação ao capital de giro, afinal, há bastante investimento ali.

Dessa forma, o melhor caminho é utilizar métodos específicos de monitoramento pela influência que o estoque exerce em outros setores, como o comercial, o transporte e o marketing. O principal, nesse caso, está em compreender que quando a empresa não está preparada para a reposição de estoque, o cliente pode acabar comprando dos concorrentes para suprir as suas necessidades.

4. Ofereça treinamentos aos colaboradores

O sucesso na logística depende muito também do quanto os colaboradores estão preparados para realizar o serviço. Por isso, o gestor deve preparar um treinamento adequado para que todos saiba exatamente quais são os objetivos da empresa e a sua função determinante na engrenagem que rege o serviço oferecido.

Coloque na ponta do lápis quais são os maiores gargalos e as dificuldades para focar. Investir em treinamentos direcionados é um dos melhores caminhos na hora de conseguir uma operação de alta performance. Sem contar que essa ação permite enxergar o desempenho dos colaboradores nos treinamentos, e, assim, fica mais fácil delegar as funções conforme as aptidões de cada um.

5. Conte com um ERP especializado

Ter um ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) mostra quais processos são essenciais na administração do negócio como um todo e, especialmente, na área de logística. Esse tipo de software inclui ainda a possibilidade do gerenciamento de inventário, do acompanhamento de documentos, dos pedidos e do relacionamento do cliente.

Em resumo, o ERP tem como maior contribuição na logística a integração de vários setores para um resultado potencializado, ações otimizadas e decisões com embasamento de dados. Além disso, o software impulsiona a troca de informações entre os setores da empresa como uma forma de atuar preventivamente em relação às falhas, à documentação e à frota de transporte.

6. Adote um CRM

A gestão de relacionamento na logística é decisiva para manter o negócio sempre competitivo. Em função disso, o Customer Relationship Management (CRM) foi estrategicamente desenvolvido para integrar os interesses da empresa com os seus clientes. Na prática, o principal objetivo dos sistemas de CRM é conquistar novos clientes com um perfil que possa ter uma troca valiosa de experiências positivas.

Outro ponto muito positivo envolve a possibilidade de engajar os clientes que já estão alinhados com a empresa e até mesmo recuperar os antigos após encerrar um contrato. Para que fique mais claro, se torna indispensável saber que o CRM organiza os sistemas em um software com uma reunião de informações, preferências e expectativas dos clientes. De modo geral, tudo gira em torno de aumentar a qualidade do serviço, ainda que seja necessário cortar recursos.

7. Integre a equipe

Integrar diferentes perfis da empresa se mostra um diferencial e tanto. Esse processo deve ser inserido para facilitar a comunicação e permite que as falhas fiquem expostas e reduzam o tempo até encontrar uma solução na logística colaborativa.

Sem contar que o senso de pertencimento faz com que os colaboradores pensem sempre em otimizar o trabalho das etapas seguintes, principalmente, quando o negócio investe em tecnologias de comunicação.

Agora ficou claro como alcançar o sucesso na logística. Saiba que por se tratar de operações muito complexas, deixar de lado a otimização do trabalho faz com que a empresa acabe demorando muito mais tempo na solução dos problemas. Portanto, foque nos processos gerenciais para encontrar soluções que se encaixem com as principais falhas e garantam a qualidade do serviço oferecido.

Gostou das informações do artigo? Então, deixe o seu comentário no post e conte o que você considera sucesso na logística.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Deixe uma resposta