logística de armazenagem

Qual é a importância de se preocupar com a logística de armazenagem?

O objetivo deste artigo é explicar quais são os principais motivos para se preocupar com a logística de armazenagem da sua empresa. Serão também destacados os diferentes tipos de armazenagem nas operações logísticas, obtendo cada vez mais a sua importância para as empresas.

A atividade da logística de armazenagem serve muito na melhoria do equilíbrio entre a demanda e a oferta, reduzindo os custos operacionais de armazenagem e aumentando os lucros empresariais e os benefícios para o cliente final. Leia o artigo até o final e conheça todos os desafios e benefícios no assunto!

O que é o processo de armazenagem?

A atividade se trata de desempenhar o armazenamento de diferentes tipos de mercadorias e serviços da forma mais eficaz possível, otimizada pelas informações sobre peso, estrutura, validade, entre outras características relevantes do produto que será acondicionado no estoque.

Diante dessa perspectiva de organização, ocorre o aproveitamento correto no processo para não ocorrerem avarias ou desperdícios. Por meio do hábito executado com essa prática no controle físico do estoque, a empresa consegue projetar a estratégia da logística de armazenagem e seu sistema de administração do depósito, definido com a coordenação.

Qual é a importância do gerenciamento de armazém?

São critérios que, em conjunto, determinam a seleção de materiais que sairão do armazém, para atender a todas as demandas solicitadas pelos clientes. Com um correto gerenciamento do estoque, o impacto ocorre diretamente na permanência dos produtos no local em que estão armazenados, contribuindo com os excessos ou as faltas de materiais que necessitam ser movimentados.

Nesse caso, pratica-se, com muita eficiência, a metodologia do sistema FIFO (First in, First on), no qual o primeiro produto que entra no estoque também será o primeiro que deve sair. Assim, mantém-se uma fluidez na movimentação do prazo de validade do produto (no caso de perecíveis ou lácteos). O gerenciamento adequado tem muita importância, tanto na administração quanto colocando na prática o que acontece na gestão da produção.

Quais são os principais desafios da área de armazenagem?

Independentemente das decisões a serem tomadas, existem parâmetros e procedimentos a serem seguidos e considerados pela equipe operacional. Deve-se compreender que a logística de armazenagem não está isolada da empresa, necessitando seguir também as políticas, constando dos objetivos do negócio corporativo.

O cálculo das quantidades deve ser feito de forma que os custos sejam baixos e todos os níveis do serviço sejam mantidos. A disposição das mercadorias no armazém deve manter o menor esforço e movimentação para otimizar o funcionamento operacional.

Quais são as principais aplicações nos diferentes tipos de armazenagem?

Sabe-se que o papel da logística de armazenagem é fundamental para passar a visão de que um efetivo gerenciamento faz com que a equipe trabalhe junta, para alcançar melhorias que otimizam a operação com resultados eficientes. Dessa forma, é fundamental praticar o exercício de priorização para incentivar o time nas inúmeras possibilidades que surgem e precisam ser resolvidas.

É imperativo decidir pela melhor estratégia operacional para obter resultados que funcionam, resolvendo as demandas do cotidiano de trabalho. Apesar de o armazenamento de produtos ser uma etapa simples da logística, precisa considerar o que melhor se encaixa na prestação de serviço da empresa.

Para que os custos excessivos sejam evitados e a demanda da atividade aperfeiçoada no processo logístico, existem alguns tipos específicos na logística de armazenagem que se encaixam na metodologia da empresa.

A armazenagem própria é feita com toda a gestão operacional pela empresa propriamente dita, a qual disponibiliza seu próprio espaço para o acondicionamento dos produtos, demandando a sua própria força de trabalho e fazendo a operação local.

A armazenagem executada sob prestação de serviço de outra empresa é vista como vantajosa, por conta da responsabilidade do processo logístico estar a cargo de outra empresa que presta o serviço com expertise na área. Tendo como principal objetivo a despreocupação com a gerência da mão de obra, assim como dos treinamentos e da capacitação dos colaboradores.

A contratada cria o vínculo com um intermediário de gerenciamento de estoques. A empresa contratante aluga um armazém e disponibiliza esse espaço físico, mas precisa contar com a sua mão de obra própria para o cuidado dos processos logísticos.

Quais são os pontos essenciais a serem considerados para escolher o tipo de armazenagem?

Todas as empresas têm as suas necessidades distintas, porém alguns aspectos são importantes e devem ser considerados. O layout do espaço é um desses aspectos cruciais e que devem ser analisados, pois são as estruturas físicas no recebimento dos produtos e que variam justamente com o tamanho da demanda da empresa.

A localização também é essencial como estratégia para a tomada de decisão, pois o importante é o local ser acessível e fácil às entradas e saídas dos veículos que movimentam as cargas na etapa de distribuição.

Por fim, temos como uma boa característica para a escolha do tipo de armazenamento a amplitude do armazém. Ou seja, qual é o volume de produtos que o espaço comporta para que a empresa trabalhe com facilidade? Caso a distribuição seja nacional, ela demandará um espaço maior, porém, se for local, um local médio é suficiente, evitando custos excessivos e facilitando a gestão logística.

Quais são os principais benefícios da operação logística?

Diminuir os custos e manter a qualidade da prestação do serviço é sempre um desafio prioritário para as empresas de logística. Um dos primeiros benefícios da armazenagem é a localização centralizada, que pode definir locais para que as mercadorias sejam movimentadas com fluxo melhorado.

A eficácia dos serviços prestados potencializa-se quando o estoque da empresa garante que a demanda solicitada pelo cliente seja atendida. A melhoria da experiência do cliente tem maior valor agregado quando se faz uma efetiva mensuração do que realmente está disponível no estoque, não ocorrendo rupturas do produto. Um bom gerenciamento do armazém surte economia em escala, podendo monitorar as tendências de mercado para a estocagem do produto em determinados ciclos de compras.

Neste artigo, você conheceu os principais motivos da preocupação com a logística de armazenagem e suas diferentes modalidades. Explicamos o processo de armazenamento bem gerenciado e a sua importância, além da apresentação das principais aplicações de armazém e dos benefícios nas operações logísticas.

Gostou do tema abordado aqui? Assine a newsletter da TPC Logística Inteligentepara saber mais sobre assuntos diversificados na logística.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo